Bookmaker artbetting.co.uk - Bet365 review by ArtBetting.co.uk

Bookmaker artbetting.gr - Bet365 review by ArtBetting.gr

Germany bookmaker bet365 review by ArtBetting.de

Premium bigtheme.net by bigtheme.org

“ReVer Verões” – Exposição marca os 30 anos do Curso de Verão

………… Galeria de fotos
.
Vídeo: Resgate histórico dos 30 anos do Curso de Verão
.
Texto Explicativo: “ReVer Verões”
.
Poesia: “Curso de Verão – Exposição 30 anos”
.
Poesia: “Sonho Vívido”
.
.

“ReVer Verões” é o título da exposição organizada durante o Curso de Verão 2017 para marcar a sua 30ª edição. O Curso, que teve início em 1988, passou por vários ciclos de amadurecimento e adequação às demandas dos cursistas, oriundos de movimentos populares, comunitários e estudantis, mantendo, contudo, sua perspectiva transformadora em busca de uma nova sociedade, construída em mutirão, pelo diálogo inter-religioso e pela educação popular.

A ideia de organizar uma exposição surgiu no início do ano passado e consolidou-se no encontro de formação dos monitores e voluntários, realizado em junho, e foi amadurecendo até tomar corpo. Maria Helena Fogo Santana, monitora de várias oficinas ao longo dos anos e voluntária da Equipe de Liturgia, juntamente com Glória Coelho foram responsáveis pela organização.

Montada no térreo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), a exposição se subdivide em dois espaços: interno, apresentando os ciclos do Curso de Verão, que integram blocos de dois, três e até quatro anos; e externo, apresentando os painéis produzidos e os frutos do Curso.

Logo na entrada do espaço interno, encontra-se, em destaque, a foto do cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, falecido em dezembro passado, grande incentivador, articulador e inspirador do Curso de Verão.

No espaço interno, organizado num movimento circular, estão retratados, na linha inferior, o dez ciclos do Curso, representados pelos livros, livretos de cantos e subsídios das oficinas. Já na linha superior, encontram-se fragmentos das histórias de cada ciclo e das oficinas, através de fotos, transparências e objetos usados nos momentos de espiritualidade do Curso. Esse movimento circular culmina numa grande festa, com uma concentração de cores e de fotos dos momentos alegres, celebrativos e festivos. Nas paredes do espaço interno, acompanhando o movimento dos ciclos, estão retratados fragmentos das oficinas e das histórias dos painéis, sobretudo, o primeiro painel, totalmente pintado com giz de cera.

Os frutos do Curso de Verão (espaço externo) são muitos: cursos realizados em várias partes do país, a Banda Capim Novo, jogos, textos diversos e trabalhos de conclusão de curso, expostos em algumas vitrines. Ao longo da parede, estão sete banners reproduzindo painéis que foram expostos em estações do Metrô de São Paulo quando o Curso completou dez anos.

“Como o próprio Curso de Verão, a exposição ‘ReVer Verões’ foi realizada em mutirão, com a participação e a colaboração de muitas pessoas”, testemunhou Maria Helena.

Também fazem parte da exposição um vídeo, produzido pela Rede Rua, que retrata a caminhada do Curso de Verão, duas poesias e um texto explicativo, que você pode visualizar abaixo:

..
…..

.

GALERIA DE FOTOS DA EXPOSIÇÃO:

"ReVer Verões" - 30 Anos do Curso de Verão
..

.

VÍDEO: “RESGATE HISTÓRICO DOS 30 ANOS DO CURSO DE VERÃO”

..

.

REVER VERÕES (texto explicativo)

Comemorando 30 anos de existência, a organização do Curso de Verão apresenta ao público uma amostra da luta pela educação inclusiva, realizada em mutirão.

A exposição “ReVer Verões: de 1988 à 2016” traz imagens registradas durante esse período de cursos, nas oficinas, teatro e dependências da PUC de São Paulo, trazendo à tona alguns aspectos da pluralidade de ideias, do trabalho em conjunto e da celebração entre os participantes.

A mostra foi elaborada com base nos livros, objetos, painéis e fotografias dos arquivos da CESEEP e de colaboradores do curso que generosamente cederam alguns objetos e imagens fotográficas.

O Curso de Verão

Criado em 1988  o Curso de Verão é um programa de formação popular no campo sócio-político­-cultural, a partir da realidade e de seus desafios, à luz da Bíblia, Teologia, Pastoral e do empenho na transformação da sociedade.

É um curso realizado em mutirão onde pessoas, famílias, comunidades, movimentos populares e instituições educativas e religiosas colocam-se gratuitamente a serviço de sua preparação ao longo do ano e de sua realização na PUC de São Paulo.

Embora de caráter nacional, ao longo dos anos abrigou participantes vindos de países da América Latina, do Caribe, Africa e de outros continentes e continua em expansão já que palestras e vídeos de 2011 à 2016 estão disponíveis no site do CESEEP. As palestras de 2017 poderão ser acompanhadas gratuitamente ao vivo.

 ..

.

POESIA: “CURSO DE VERÃO – EXPOSIÇÃO 30 ANOS”

Contexto geral

América Latina
Em tempos difíceis
de perseguição e de dor
silenciando as vozes…
A Palavra como luz do meio do povo
Indicando novos caminhos
E a ação-reflexão-ação
como possibilidades de conquistas,
de chegada a novos horizontes.
Tempo de sonhar
Sonhos que animam o povo
transformam a vida,
fortalecem a caminhada.
Os pobres mostrando
o seu jeito de viver,
de ser solidário,
de partilhar,
de encantar-se pela vida
e lutar por ela.
Construção do novo,
com a força do povo.
Crença num outro mundo possível
com fé e coragem
para levantar-se, fazer o caminho
e caminhar coletivamente
na gratuidade,
no mutirão.

1º Ciclo

Na resistência sobra a esperança e
surge um novo projeto:
mutirão de educação popular,
ecumênico,
com a experiência dos pobres.
Conhecimento construído na partilha.
Sonho para criar novos horizontes.
Arte para embelezar a caminhada,
Celebração para encantar a vida
Festa para todo mundo festejar.

2º Ciclo

Os passos avançam
na mística do mutirão
onde se vive a solidariedade
e multiplicam-se os saberes.
Brotam as oficinas da vida.
Constroem-se novas pontes.
A festa acontece em todos os lugares
e transborda para a caminhada do povo,
na gentileza e na ternura,
para fortalecer a luta.

3º Ciclo

 Saberes do povo na mesa da fartura.
A vida em diferentes linguagens
Expressas na caminhada de formação.
No mutirão
celebra-se a vida,
antecipa-se o reino de Deus,

na diversidade e com alegria.
Faz-se história,
com os pobres se levantam,
crianças, jovens e velhos,
incluindo novos aliados
que também querem sonhar.

4º Ciclo

Trinta anos de história.
História de Deus
na história do povo.
Tempo de renovação de esperança,
de atenção para os sinais da vida,
de consciência crítica renovada,
Há que manter a luz acesa.
Luz da justiça.
Luz da igualdade.
Luz do respeito.
Para que este mundo
Seja a casa de todos/as.

 ..

.

SONHO VÍVIDO

Selvina Maria da Silva

nos anos 80

na efervescência dos movimentos sociais

um estalar de dedos fez-se ouvir

num sonho ousado:

            promover um curso popular

                                                 massivo

                                                 ecumênico

                                                 transformador de pessoas e da sociedade

   mas como isso seria possível?

   e vozes, claras como a sua experiência,

   disseram: com MUTIRÃO

                               mutirão de solidariedade

                                              de crenças no Deus da Vida

                                              de partilha de sabores e saberes – arte de ser e de viver

                                                                  e o MUTIRÃO, de necessidade, virou norte

                                                                                                  a mística do mutirão

mas para quê?

então outras vozes responderam:

                                   para conviver

                                   para vivenciar o diferente

                                   para se transformar e transformar a sociedade

              assim, desde 1988 este Curso faz história

              há 30 anos, no Verão de São Paulo:

                                                           traz esperança no Novo

                                                                   valorização do diferente

                                                                   vibração no celebrar

                                                                   animação no festejar

                                                                   formação humana e transcendental

 

o Curso de Verão sou eu, é você, somos nós

que enchemos de fermento uma massa por muitos dispensada

que busca aqui a energia necessária para esperançar

que novidadeia a cada ano centenas de coisas

que simplesmente não para: insiste, persiste e não desiste!

                        Assim é o Curso de Verão!